HOME
MGITECH

Para conter a contaminação em massa durante a pandemia da COVID-19, que ainda não possui vacinas ou medicamentos com eficácia comprovada, governos da maioria dos países têm tomado medidas drásticas. Entre elas estão o distanciamento social e o fechamento temporário de lojas físicas de serviços não essenciais. Esses fatores deixaram o varejo em quarentena, ou seja, com as portas fechadas ou tendo que se adaptar a uma série de regras para permanecer em funcionamento. 

Porém,  em ambos os casos, é preciso continuar trabalhando. Afinal, há diversos pagamentos e encargos a serem honrados todos os meses. Nesse cenário, a transformação digital têm contribuído diretamente com facilidades para que as empresas do setor varejista e a população em geral se preservem em isolamento,  mas possam dar continuidade à rotina.

Tecnologias para o varejo são impulsionadas pelas medidas de combate ao coronavírus

As mudanças significativas pelas quais o varejo vêm passando nos últimos anos, com os objetivos de se adaptar ao novo perfil do consumidor e gerar diferencial competitivo, estão sendo ainda mais impulsionadas com a pandemia do coronavírus. Mais do que nunca, é necessário que o segmento encontre alternativas para se adaptar à situação, bem como proporcionar segurança aos seus públicos. 

O primeiro passo deve ser uma análise aprofundada da infraestrutura atual e em quais pontos a mesma contribui para um atendimento adequado à essa realidade. Na sequência, as empresas devem desenvolver um planejamento de ações e buscar soluções que vão de encontro a elas, para que otimizem os resultados mesmo em um quadro de crise. 

Pensando nisso, listamos alguns recursos que podem auxiliar consideravelmente o varejo em quarentena. Confira:

Totens de autoatendimento

O autoatendimento é uma das principais tendências de tecnologia para o varejo. Para se ter uma ideia, a pesquisa High-tech Retail - A tecnologia e o comportamento de compra do brasileiro, realizada em 2019, aponta que 60,4% dos brasileiros pretende realizar suas compras com autonomia nos próximos três anos. 

Uma das ferramentas que vem sendo cada vez mais utilizada na transformação digital que as lojas físicas estão passando é o totem de autoatendimento. Além de oferecer vantagens competitivas em qualquer época, é um recurso importante nesse momento do varejo em quarentena. 

Essencialmente, o totem trata-se de um terminal conectado ao sistema de atendimento de uma loja, compartilhando o mesmo banco de dados de produtos e vendas, com o qual o cliente interage para fazer o pedido, sem interação com agentes humanos.

Instalados em estabelecimentos, destacam-se como uma opção para manter alguns serviços funcionando, como compras e pagamentos. 

Self checkout

O self checkout, também conhecido como autopagamento, é outra tecnologia para o varejo que, além de agradar o consumidor, ainda auxilia diretamente na minimização de contato humano. Segundo um levantamento do IBOPE Conecta, 87% dos internautas participantes dizem que gostariam de comprar em supermercados sem caixa. 

O recurso pode ser uma alternativa vantajosa nesse momento e também para o futuro. Entre as vantagens da adoção dos terminais, que permitem ao consumidor registrar e pagar suas compras sozinho, estão a redução de filas, a comodidade dos clientes e a otimização do espaço interno das lojas.

É importante frisar, ainda, que o equipamento é de fácil higienização, o que contribui com a minimização das chances de contaminação por COVID-19.

Sistema de Gestão de Estoque (WMS)

O WMS ou, em português, Sistema de Gestão de Estoque, trata-se de um software para gestão de inventários, estoques, armazéns, distribuição e outros processos da logística. Seu objetivo é automatizar e otimizar as atividades da área, proporcionando integração, agilidade e geração de insights para uma tomada de decisão assertiva.

Com o varejo em quarentena, as empresas essenciais que estão com picos precisam de tecnologias como essa para se organizarem. Além disso, as que estão sofrendo paradas podem aproveitar o momento para se atualizarem e voltarem futuramente mais estruturadas.

Comprovação de Entrega (Proof of Delivery - POD)

O sistema de delivery está sendo muito adotado durante a pandemia do coronavírus e para que as empresas possam fazer uma gestão inteligente dessa atividade e, com isso, conquistarem e fidelizarem clientes, uma tecnologia para o varejo capaz de trazer bons resultados é a Comprovação de Entrega (Proof of Delivery - POD). 

A solução roteiriza, rastreia em tempo real e comprova a entrega de produtos via delivery, desde o momento da expedição até a entrega final ao consumidor, por meio de dispositivos como smartphones e tablets.

MDM (Mobile Device Management)

Smartphones, tablets, notebooks, wearables e outras tecnologias móveis são ferramentas indispensáveis nos dias de hoje para a comunicação entre colaboradores e otimização de processos. 

Avanços como a tecnologia MDM (Mobile Device Management), que se caracteriza por operar de forma integrada e centralizada com vários sistemas operacionais, independentemente do fabricante ou tipo de conexão, trouxeram consigo a oportunidade de uma gestão de ativos estratégica para os negócios. Além disso, proporcionam um acompanhamento preciso e valioso dos dados sobre os ativos. 

Essas ferramentas possuem recursos que vão desde o monitoramento remoto até a segurança das informações e sistemas, passando pela gestão das aplicações instaladas, geolocalização, controle de inventário, aplicação de políticas de uso e outros.

Mototalk

Com o varejo em quarentena, tecnologias que facilitam a gestão de desempenho dos times, planejam tarefas, gerenciam jornadas de trabalho, possibilitam o ponto eletrônico e administram a execução de tarefas podem ser bastante úteis. Uma delas é a plataforma Mototalk, da Motorola parceira da MGITECH, que traz essas e outras funcionalidades.

Entre elas vale citar o sistema criptografado, que torna a comunicação com os colaboradores segura. Com ele, é possível enviar arquivos, mensagens, imagens, contatos, localizações e mensagens de voz e texto. Além disso, o Mototalk conta com uma comunicação rápida (PTT), que realiza chamadas individuais e em grupo, de forma a otimizar o relacionamento entre  os membros de uma organização.

Essas e outras tecnologias contribuem diretamente com a redução de filas e aglomerações de pessoas, gestão remota,  agilidade nas ações essenciais do dia a dia de gestores e sociedade, trazendo inúmeros benefícios a todos, principalmente na necessidade da atual situação.

New call-to-action

Envie um comentário

Topicos

Mantenha-se Atualizado