HOME
MGITECH

Dentro de uma operação complexa e dinâmica como a de um porto, com dezenas de cargas chegando, sendo identificadas e alocadas todos os dias, é fácil esquecer que, por trás de toda a eficiência operacional almejada pelas empresas, existem pessoas que fazem com que tudo aconteça e que precisam de equipamentos adequados para que possam desempenhar seu trabalho de forma satisfatória. Por este motivo, ao deixar de olhar para o operador, compreendendo suas necessidades e suas dificuldades, a empresa acaba prejudicando diretamente sua capacidade de melhorar a produtividade.

Munidos de equipamentos obsoletos e de manuseio ruim, os operadores enfrentam dificuldades que muitas vezes sequer são percebidas pelos gestores, e que frequentemente são completamente evitáveis.

Confira estes pontos que a MGITECH levantou e que podem estar acontecendo com sua empresa sem que você perceba:

Equipamentos obsoletos: os problemas de falta de qualidade do equipamento de leitura vão muito além da performance. Coletores de dados ultrapassados, além de lentos e limitados em termos de processamento, são sujeitos a bugs e travamentos, o que frequentemente leva a quebras e interrupções do serviço; além disso, são pesados e nada ergonômicos, o que só tende a tornar sua operação ainda pior. Isso é motivo de frustração do operador, que invariavelmente começa a trabalhar em um ritmo bem abaixo do ideal, derrubando de vez a produtividade;

Equipamentos frágeis: além de lentos, os equipamentos são muitas vezes sensíveis à poeira, água e umidade, o que faz com que rapidamente apresentem problemas de funcionamento, incluindo travamentos inesperados, desligamentos repentinos e falhas generalizadas de operação, o que leva a terem que repetir um mesmo trabalho várias vezes, prejudicando a operação e fazendo o trabalho ser cada vez mais cansativo;

Comunicação falha: muitos problemas podem ser solucionados pelo próprio operador, mas alguns exigem o contato com um supervisor ou outro especialista, e a eficiência da resposta depende de equipamentos modernos, eficientes e confiáveis; não contar com isso significa mais tempo até a solução e mais dores de cabeça para o operador.

Quem busca mais produtividade precisa investir desde a operação, entendendo os problemas dos operadores e investindo em equipamentos e tecnologia que permitam a cada colaborador o desempenho de sua função com segurança e eficiência, o que se traduz em mais produtividade, maior satisfação do cliente e maior potencial de lucratividade operacional, sem incorrer em mais custos fixos, nem mudar a rotina de operações da empresa.

New Call-to-action

Envie um comentário

Topicos

Mantenha-se Atualizado